Scale Up: 70 mil euros para apoiar projetos de empreendedorismo no Porto

Formulário de pesquisa

Scale Up: 70 mil euros para apoiar projetos de empreendedorismo no Porto

Scale Up: 70 mil euros para apoiar projetos de empreendedorismo no Porto

Estão abertas as inscrições para a segunda edição do Scale Up Porto, Concurso de Apoio ao Empreendedorismo, Inovação e Tecnologia. Há 70 mil euros em financiamento para atribuir a projetos empreendedores.

O desafio está lançado à comunidade empreendedora para dinamizar e criar impacto na cidade do Porto com ideias e projetos, contribuindo para a criação de um ecossistema ainda mais ativo e dinâmico.

 

O Scale Up Porto, Concurso de Apoio ao Empreendedorismo, Inovação e Tecnologia vai apoiar entidades que promovem e dinamizam a comunidade, aumentando assim o impacto das suas atividades na cidade. No total são 70 mil euros para atribuir a projetos empreendedores, no máximo 10 mil euros por projeto.

 

Datas importantes a ter em conta: as inscrições decorrem até 4 de março; os selecionados são divulgados a 17 de abril; e os projetos deverão ser executados até 31 de dezembro de 2018.

 

São avaliados critérios como a pertinência e impacto das atividades propostas, a capacidade e experiência da entidade para a execução das atividades, bem como a adequação e justificação do orçamento.

 

O júri do Concurso de Apoio ao Empreendedorismo, Inovação e Tecnologia é composto por Clara Gonçalves, diretora executiva do UPTEC-Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto, Daniela Monteiro e Paulo Calçada, da Associação Porto Digital, José Carlos Caldeira, da Agência Nacional de Inovação, Patrícia Teixeira Lopes, Associate Dean da Porto Business School, Rafael Alves Rocha, da Associação Nacional dos Jovens Empresários, Rui Coutinho do Politécnico do Porto, Porto Design Factory.

 

O Concurso de Apoio ao Empreendedorismo, Inovação e Tecnologia, que celebra a sua segunda edição, é uma iniciativa da Câmara Municipal do Porto com o objetivo de estimular a cultura empreendedora, aumentar as oportunidades e dinamizar a comunidade start-up e scaleup da cidade.

 

Na primeira edição foram submetidas mais de 50 candidaturas, apoiados oito projetos, envolvendo mais de 1300 pessoas. No âmbito do concurso decorreram várias iniciativas tais como open days, workshops, exposições de tecnologia, conferências com oradores internacionais, entre outras.